Já leu a crítica do Carlos Alberto Mattos sobre "Margaret Mee e a Flor da Lua"?

Olha aqui um trecho:
"Como as flores amazônicas que desenhava, Margaret Mee era delicada, risonha e elegante. Mas como as árvores que costumava esboçar como pano de fundo de seus desenhos, ela também era forte e determinada. A excêntrica senhorinha inglesa que combinava ciência e arte em suas aventuras pela Amazônia e a Mata Atlântica brasileiras ganha enfim um perfil cinematográfico à sua imagem e semelhança."
Para ler a crítica toda, clique aqui. 
marco antonio
4/27/2013 11:39:47 am

Acabo de vir do cinema e fiquei encantado com o documentário sobre Margaret Mee!!!! Que vida linda.Que trabalho maravilhoso!
Parabéns a todos o que trabalharam nele.
Adorei e vou fazer o Boca-a-boca.
abs
Marco

Reply
Margaret Mee e a Flor Da Lua
4/30/2013 04:15:32 am

Obrigada pelas palavras, Marco!
Ficamos muito felizes que tenha gostado!

Reply



Leave a Reply.